Olá amigos,

Pode ser que daqui a algum tempo eu discorde dessa postagem, e realmente espero ter o prazer de excluí-la, mas como esse blog é para discutir Fatos e Refletir sobre eles, dessa vez quero analisar com você o que pode ser mais prejudicial para uma amizade ou relação familiar.

Com a invenção da televisão houve um grande receio sobre isso. Pais e filhos se distraiam em frente à TV e as conversas do dia-a-dia foram se tornando mais dispersas e cada um foi ficando com seus problemas só para si, pois não havia mais as rodas de conversas nos quintais, varandas ou em volta da mesa.

Com o surgimento dos vídeos games e do PC o que já era ruim piorou ainda mais. Se eles tiraram alguns da frente da TV e acabou com a discussão pelo controle do controle remoto, as famílias deixaram de estar no mesmo ambiente. Pais na sala e filhos nos quartos ou vice-versa.

Mas a evolução continuou e vieram os smartsphones e tablets e agora antes de comprar fraldas para os bebês os pais já compram os tablets que vão entreter os bebês enquanto eles fazem algo de útil ou simplesmente assistem suas séries favoritas na Netflix.

Até aqui entendemos que os problemas estão dentro de casa, no uso inadequado dos aparelhos eletrônicos. Um conselho simples as famílias seria elas reservarem meia hora por dia para uma conversa. Afinal muitos pais não conhecem seus filhos. Tem um longo discurso sobre eles, mas quem convive com eles sabe que nada daquilo combina.

Mas um outro mal tão grande quanto tudo isso que mencionei é o mundo corportivo. Quanto mais alto seu cargo em uma empresa menos tempo você tem para qualquer outra pessoa. São reuniões constantes, problemas que o descabelam literalmente.

Quantos pais você conhece que saem antes dos filhos acordarem e chegam os filhos já estão dormindo? Horas extras constantes, viagens inadiáveis e tudo o que for referente a família e amigos vão sendo postergados para sabe se lá quando.

Tudo nessa vida tem um preço meu caro amigo. Por mais que você seja um ótimo profissional, um dia você pode não ser mais o que a corporação precisa e nesse dia eles não hesitarão em substituí-lo(a) e ficará a questão quem ainda estará esperando por você?

Seus filhos já terão crescido, seus pais envelhecidos ou até mortos, seus amigos estarão com novos amigos. E você?

Televisão se assiste juntos e dela pode vir uma boa troca de ideias, videogames, smartsphones e tablets você pode utilizar para se comunicar com as pessoas, mesmo que virtualmente, mas o seu mundo corporativo, esse te isola a tal nível que por mais que ele te enriqueça, depois você não tem com quem desfrutar dessa riqueza.

Mas esse é só um ponto de vista, deixe o seu também e no mais continuemos lutando por dias melhores, para sempre.

Abraços, Sam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *