Assinatura do Jornal O Estado de São Paulo

 

Olá amigos,

 

Em setembro do ano passado resolvi fazer a assinatura do jornal O Estado de São Paulo para exemplares impressos aos finais de semana e o conteúdo eletrônico durante a semana.

Como sou assinante do UOL e por isso tenho acesso ao conteúdo da Folha de São Paulo, planejei também assinar uma revista semanal para que pudesse ter informações de diversos pontos de vista para discutir no site Fatos e Reflexões.

Como fiz a assinatura em um sábado, me prometeram iniciar a entrega a partir do próximo final de semana.

Durante três meses eu tentei receber e não recebi nenhum exemplar. Foram diversas ligações, reclamação pelo site Reclame Aqui, etc.

Em outubro troquei de emprego e por não ter mais o mesmo tempo disponível que eu tinha antes, para mim não era mais interessante a assinatura, mas mesmo assim tentei manter a assinatura até dezembro.

Ao final dos três meses cancelei definitivamente e eles informaram que como eu já havia pago, receberia durante três meses os exemplares, mesmo depois de cancelado.

Por incrível que pareça, recebi até março durante todos os finais de semana os exemplares.

Depois disso, já foram feitos vários contatos deles para que eu voltasse a assinar o jornal, mas confesso que além da falta de tempo, fiquei bastante decepcionado com o Grupo Estado e não tinha mais confiança neles.

Hoje para minha surpresa, parou um motoqueiro em frente a minha casa e perguntou pelo ex-assinante do jornal.

Fui atendê-lo e o mesmo perguntou o porquê eu cancelei o jornal. Expliquei e ele disse que era um absurdo, que ele fazia várias entregas por aqui, inclusive a menos de 100 metros da minha casa e que se ele não havia entregue era porque o jornal não havia passado o meu endereço e dados para efetuar a entrega.

Em princípio achei estranho, mas até pensei que devido a várias ocorrências o jornal pudesse ter descredenciado eles e ele estava colhendo informações para se defender das acusações que levou o rompimento do contrato.

Mas para minha surpresa, no final da conversa ele me disse que por R$ 30,00 pago direto a ele, a entrega seria feita aos finais de semana.

E aí sou obrigado a me retratar com o Grupo Estado, pois se faço esse acordo com ele eu passaria a receber os jornais pontualmente todos os finais de semana, mas adivinhem o que aconteceria com outro assinante?

 

Abraços, Sam.

Deixe uma resposta