Olá amigos,

Hoje vamos conversar um assunto que muita gente não entende e na verdade nem quer entender, os preconceitos que sofremos dia a dia!

Depressão, bipolaridade e tantas síndromes que existem e algumas coisas que eu também não conheço, mas que a maioria das pessoas lidam só como besteiras.

Se você tem um corpo perfeito por que você não reage e vai em frente? Tantas pessoas que não tem partes do corpo e conseguem fazer tanta coisa, ser pessoas bem sucedidas e você perfeita não consegue reagir? Ah você é mimada. Levanta, vai à luta, você é bonita e inteligente você consegue.

É esta a realidade de muitas pessoas, ter de conviver com isto todos os dias e acabar sem saber como lidar com a própria vida, por que de tanto ouvir isto, acaba acreditando. Só que o corpo não reage da mesma forma em que as pessoas falam, e vocês me perguntam por quê? Simplesmente por que quando sua cabeça não está bem, seu corpo não funciona conforme queremos, pois não se esqueça de que é ela quem manda em tudo.

Da para as pessoas respeitarem um pouquinho cada individuo com o que ele pode dar/ser? Será que é tão difícil isto? Ou se não entende e não quer entender, é melhor ignorar do que falar sobre o que não sabe, pois você pode prejudicar a vida de muita gente falando o que não sabe.

Às vezes, nem você que convive com pessoas com problemas e acha que sabe de tudo, na verdade você não sabe de nada. Respeite, por favor!

Muitos se calam e sofrem calados, por que mesmo sendo difícil ainda é mais fácil do que colocar a cara a tapa para o mundo. Sei bem como é isto, eu resolvi dar a cara a tapa e confesso que não é fácil, mas se eu puder ajudar algumas pessoas já vai me ajudar a curar as “pancadas” que levo.

Tem um tempo que quero conversar com vocês sobre isto, mas fluiu agora devido a uma reportagem muito bacana que eu vi e que me identifiquei e tenho certeza de que muitos também se identificaram.

Confesso que se eu tiver coragem de fazer uma tatuagem um dia, acredito que farei esta. Vou colocar a reportagem para vocês entenderem melhor.

Mulher faz tattoo sobre depressão e imagem se torna viral

Im fineSave me - Copia

 

 

 

 

 

Bastou a americana Bekah Miles, 21 anos, postar sua tatuagem em sua página no Facebook para que a imagem se tornasse viral. Quem olha de frente lê “I’m fine” (estou bem). Quem vê de cima se dá conta de que a mensagem é “Save me” (me salve).

A estudante da Universidade George Fox escreveu: “Para mim, [a tatuagem] significa que outros veem essa pessoa que parece bem, mas, na realidade, ela não está bem. Isso me lembra de que pessoas que podem parecer felizes podem estar em uma batalha consigo mesmas”.

No post, Bekah explica o que depressão significa para ela, como sentir-se triste sem motivo, dormir muito ou pouco, sentir um peso no peito. “Depressão são as lágrimas que eu tenho por não saber o motivo de me sentir tão sem valor, quando eu sei que eu deveria ser feliz”, escreve ela.

Ela diz que foi difícil publicar o texto e a imagem, já que doenças mentais são uma vergonha na sociedade. “Mas isso precisa ser falado”, sinaliza.

A tatuagem, completa Bekah, a força a falar sobre sua própria batalha e porque a conscientização é tão importante. “Você ficaria surpreso em saber quantas pessoas você conhece que lutam contra a depressão, a ansiedade e outras doenças mentais. Eu posso ser apenas uma pessoa, mas uma pode salvar outra…”, destaca.

Olhem bem estas duas fotos, elas mexeram muito comigo. Quantas vezes, com um nó na garganta eu sorri e disse que estava bem e em meu peito gritava por salvação! Não é fácil não…

Eu tenho a grande alegria de ter pessoas maravilhosas ao meu lado. Meu irmão que terminou de me criar depois da morte da minha mãe/amiga, tenho amigos sinceros, uma psicóloga que sempre me ajudou e psiquiatras que fazem muito mais por mim do que apenas receitar remédios. Mas sei que a maioria das pessoas não tem a mesma sorte que eu, infelizmente.

Poucas pessoas sabem que já estive internada, por tentativa de suicídio. Fiquei mais ou menos 20 dias em um hospital psiquiátrico e não tenho vergonha desta minha experiência, pois aprendi muito sobre a vida lá dentro, conheci pessoas de todos os tipos lá, tanto com problemas psicológicos quanto usuários de drogas e profissionais que guardo com carinho em meu coração para sempre.

São muitas lembranças que passam em minha mente enquanto relato estas coisas, como por exemplo, o caderno que escrevia enquanto estava internada. Quem sabe ele pode ajudar algumas pessoas um dia, não é mesmo? Para que eles também possam conseguir vencer na vida, como venho vencendo dia a dia.

Não vou negar que tenho meus altos e baixos, que por mais que eu sempre esteja sorrindo não tenho mais dias felizes que tristes e é claro que as pessoas não me entendem, mas faz parte da minha vida.

Minha maior vontade é que com este texto algumas coisas que comento de vez em quando tragam um pouco mais de carinho para quem lê e traga mais conforto às pessoas que também passam por isto, para saber que não estão sozinhas neste estranho mundo paralelo e tem uma pessoa aqui que também tem seus medos e defeitos, mas que tem uma mão para estender a quem precisa.

Outra tatoo que estou cogitando fazer é essa:

tatuagem-ponto-vírgula-depressao-2

Pessoas no mundo inteiro estão tatuando um “Ponto e Vírgula” em seus braços, como forma de apoio ao projeto “Semicolon”.

Idealizado por Amy Bleuel, em abril de 2013, o projeto sem fins lucrativos tem como objetivo dar suporte, esperança e amor àqueles que estão lutando com a depressão, o suicídio, a dependência e a automutilação.

Tudo começou como uma homenagem que Amy fez ao pai, a quem ela perdeu para o suicídio. O símbolo “;” representa um recomeço, ele é usado quando um autor decide não dar fim a uma sentença. Para Amy, a sentença em questão é a vida, e o autor é a própria pessoa, por isso ela escolheu o lema “Sua história ainda não acabou”.

Para quem sofre no dia a dia com isto tudo, isto também é emocionante. A imagem que utilizamos como destaque dessa postagem com uma cicatriz ficou muito forte mostrando bem nossa realidade. Eu particularmente acho lindo este significado.

Bom, poderia passar a vida escrevendo sobre isto e ainda teria muita coisa para conversar com vocês. Poderia escrever livro, sei lá, mas só quero que vocês participem, entre em contato ou apenas reflita sobre o assunto e não nos julguem, por favor. Espero que eu tenha trago um pouco de novidade e curiosidade a vocês.

Um grande beijo a todos e até a próxima,

 

Anissima de Paula

 

Referências:

Catraca Livre – Quem Inova

Catraca Livre – Quem Inova

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *