Help Self

Olá amigos,

 

Geralmente durante nossa criação a família sempre nos ensina a amar ao próximo, ajudar quem precisa, etc., mas uma coisa importantíssima que eles esquecem é de ensinar a gente a gostar de si mesmo, a ser seu melhor amigo, até mesmo porque em algumas situações você vai estar sozinho e nessa hora é você quem vai poder se auxiliar o que em inglês seria definido por help self.

Sabe aquela voz que fala dentro da sua cabeça, às vezes manda você xingar as pessoas, às vezes manda você ajudar um desconhecido?

Essa mesma voz tem que ser sua amiga, ela tem que ser a primeira a te parabenizar por algo de bom que você fez, ela tem que ajudar em situações de pânico pedindo para ter calma, respirar fundo, etc.

Outro dia tive uma crise nervosa e quando cheguei em casa estava super irritado, querendo socar a cara de alguém, gritar até faltar fôlego. Deitei e pela primeira vez a voz venho conversar comigo.

Pode parecer coisa de gente doida, mas foi ela quem me colocou para dormir. Tranquila e com o tom certo, pediu para eu me acalmar, me deu alguns conselhos e fizemos alguns pactos.

Durante a noite ainda acordei algumas vezes agitado, mas ela estava comigo e me pedia para tranquilizar, para pensar em outras coisas e quase como uma mãe que vela pelo sono do filho ficou comigo a noite toda.

Não era um espírito, não era um anjo, era apenas eu sendo amigo de mim mesmo, cuidando de mim mesmo.

E uma das coisas que essa minha nova amiga me ensinou é que eu preciso ser meu melhor amigo, eu preciso gostar mais de mim do que de qualquer outra pessoa.

Nos aniversários, finais de ano, sempre procuro dar presente aos meus familiares e amigos, mas o que dou para mim mesmo? Faço muitas coisas para outras pessoas, mas o que tenho feito por mim?

A partir de agora tenho um compromisso com essa minha nova amiga, tenho que fazer as coisas que são boas para mim, tenho que passear comigo mesmo, tenho que sair comigo para jantar, tenho que ir ao cinema comigo, tenho que comprar presentes para mim e acima de tudo, tenho que me amar.

 

E assim vou caminhando esperando por dias melhores, para sempre!!!

 

Abraços, Sam.

Deixe uma resposta