Olá amigos,

No meio desse furacão todo relutei muito em escrever sobre a crise, até mesmo por não achar que tenho capacitação para isso.

É necessário muito estudo para fazer uma análise e tomar um lado nessa situação. Se fosse fácil já teriam resolvido.

Eu nunca fui petista, já votei em alguns candidatos do PT, mas acho que depois de assumir a presidência os petistas realmente perderam o senso.

Em um país onde a corrupção está em cada cidadão, não me iludo em achar que qualquer político que assuma o governo de qualquer partido não seja corrupto também.

Não creio que com outro governante de outro partido as coisas mudariam, mas o que me incomoda é o manter-se no poder a qualquer custo, não se importando com a ética e com as leis.

Nas gravações fica claro o desrespeito do ex-presidente Lula pelos tribunais, pelos presidentes do parlamento (não que eles mereçam nosso respeito), a busca de apoio a qualquer preço, a carteirada de ser quem ele é e que por isso deve conseguir o que quiser.

Dilma está isolada, não tem apoio do próprio partido, não tem apoio dentro do parlamento, está a um ano e três meses paralisada patinando e não consegue sair do lugar.

Mergulhou o país em uma crise econômica e política e nos deixa em uma sensação de alguém que está se afogando se batendo e ninguém para dar a mão.

Usar o poder que lhe foi outorgado para salvar a pele de um amigo, é uma coisa que a maioria dos brasileiros fariam sem pestanejar, mas é antiético e colocá-lo em um ministério tão importante na atual situação é também assumir que não tem mais condições de governabilidade e que passaria a ser apenas uma representatividade de um novo governo Lula.

Mas apesar de achar que Dilma é incompetente para continuar administrando o país, também não concordo com o impeachment.

Abrir precedentes ao desrespeito do resultado das urnas é um caminho muito perigoso que nós brasileiros poderemos descobrir tardiamente que não era o melhor caminho a percorrer.

Lembremos de alguns exemplos ocorridos pelo mundo. Os EUA já foram aliados da Al-Qaeda e alimentaram o próprio inimigo com armas e munições.

Dar forças aos opositores do presidente sírio só os mergulhou em uma longa guerra sangrenta e espalhou refugiados pelo mundo.

Por isso, concordo em protestar contra a corrupção, fico muito feliz e orgulhoso de ver um juiz como Sergio Moro combatendo a corrupção e conduzindo a maior operação que já tivemos em nosso país.

Sou a favor da independência plena da polícia federal para investigar qualquer cidadão não importa quem esse cidadão seja.

Somente temos que ter cautela. Destituir um governo a força é abrir precedentes para que qualquer governo não chegue ao fim.

Nós os derrotados nas urnas, e digo nós porque também não votei na Dilma, temos que respeitar o resultado da eleição que até agora é considerada legítima.

Se for provado que houve fraude, a história muda de rumo, mas enquanto as autoridades competentes atestarem que a eleição é legítima, cabe a nós protestar e exigir que o governo atenda aos anseios da sociedade, mas o governo eleito.

Apesar de não querer concordar com a militância do PT, sou obrigado a dizer que tirar Dilma da presidência a força é sim um golpe.

Com tudo isso continuemos lutando por dias melhores, para sempre!

 

Abraços, Sam.

Referências
Imagem de Capa do Cartunista Duke

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *