Artigo

O Renovo da Águia

Às vezes chega uma hora em que é necessário parar e refletir. Não precisa esperar o dia do seu aniversário, o ano novo, mas sim quando você sentir que é o momento de mudar algumas coisas que não estão te fazendo bem.

Um dia, não atenda ao telefone, não fale com ninguém, repense, e chegue à conclusão… o que realmente você espera da sua vida? Quais as atitudes tomar agora? Quais pessoas valem a pena ficar ao teu lado? Quais, você manterá contato às vezes? E aquela que você precisa ser sincero consegue mesmo e ver que ela está te atrapalhando e que você precisa se afastar.

Vai doer no começo, não é fácil, mas você consegue, e depois verá que valeu a pena.

Este momento podemos chamar de “O Renovo da Águia!”.

A águia, quando chega certa idade, ela se isola no alto de uma montanha, e ali, ela arranca todas as suas penas, depois as unhas e por último bate o bico até que ele caia. Imagine a dor e o sofrimento. Mas depois de certo tempo, tudo se renova, e cresce novamente, com força, e quando já está pronta, ela sai para um novo voo!

Assim acontece conosco, se nos refugiarmos por um tempo. Por mais que no começo, doa muito, afinal não é nada fácil arrancar pena por pena, mas é necessário, ou as penas novas não irão surgir.

Como parar e refletir tudo o que foi feito de certo e errado, todas as decisões tomadas, todas as falas, admitir os próprios erros, se punir e prometer a si mesmo que colocará as novas idéias em prática?

Não é fácil, depois das dores das penas, ter de começar a arrancar as unhas, pois elas já estão velhas e gastas, já não estão boas para a caça, também é necessário garras novas, para conseguir sobreviver alguns bons anos pela frente… e nós… é necessário começar então a colocar em prática todas as coisas boas que foram analisadas, mas na hora de ter de se afastar daquilo que tanto gostamos, porém não nos está fazendo bem não é fácil, e dói bastante. Ter de mudar alguns rumos da vida, às vezes causa medo e sofrimento também, mas são necessários, para uma vida tranquila, logo à frente.

E por último, o bico, bater na pedra até que ele caia, e esperar crescer um novo… complicado não é? Já houve tanta dor e mais esta? Bom… é a reta final, mas quando já fizemos bastante coisa e ainda não percebemos grandes mudanças é quando da vontade de desistir, e bate a insegurança, se foi tomado a decisão certa, começa a ansiedade, pois já era tempo de ter acontecido tal coisa, já era tempo de ter conquistado algo… mas temos de esperar… esperar tudo se encaixar… tudo a seu tempo…

E o tempo passa, passa, e as penas novas crescem mais bonitas e mais fortes… as garras crescem fortes e afiadas, prontas para enfrentar qualquer presa. E o bico? Perfeito! E nas nossas vidas? Tudo começa a se encaixar… as coisas boas acontecem, aparece o resultado dos frutos plantados no começo das decisões, e você vive do jeito que se sente melhor. Logo mais feliz e satisfeito, pronto para enfrentar as diversidades da vida.

Aqui vai com muito carinho, uma reflexão da minha vida, de coisas que já aprendi, e do que estou tentando colocar em prática… e espero que você que leu isto, tenha muito sucesso e que faça um lindo vôo!!!

 

Beijos Anissima!

Este artigo possui 1 Comentário

Deixe um Comentário